Arnold Böcklin

Arnold Böcklin inerentemente simbolista e por influência do romantismo das obras de Caspar David Friedrich, adere ao subjetivismo do eu e ao lirismo da alma. Fuga do realismo, flerta com o místico, oculto e sinestesia das imagens e palavras. Suas obras permeiam o mitológico e por sua trajetória em Roma carrega em si parte das características renascentistas e o vislumbre do tom mediterrâneo.

Arnold_Boecklin-fiedelnder_Tod.jpg

Auto retrato de Arnold Bocklin

A Ilha dos mortos, sua obra prima,possui muitas versões. (Não é incomum um pintor alterar muitas vezes uma obra até alcançar a intenção e narrativa imagética apropriada )

2c56caf70c.jpeg

9._bocklin_isle_of_the_dead.jpg

ilha1 (1).png

Arnold_Böcklin-2- New York, 1880.jpg

As pinturas possuem traço linear e grande atenção as cores e reflectâncias de luz sob o cenário. A inspiração da imagem em parte vem do Cemitério inglês de Florença que evoca arquitetura clássica e austeridade.

Quando era rapaz buscava espectros e fugia pelos quartos a escuta, pelas veredas e ruínas, e os bosques sob estrelas, seguindo em passos temerosos esperanças de diálogos luminosos com mortos desaparecidos. Apelava aos nomes venenosos de que se nutre a juventude; não me ouviam – não os via – quando absorto meditava do destino  de vida, na hora doce em que o vento corteja cada ser vivo que desperta para ter notícias de pássaros e flores, inesperada descia em mim a tua sombra; eu gritava, e as mãos em êxtase reunia

A poesia cemiterial – Shelley

DSC00910.JPG

Cemitério em Florença

No canto esquerdo dos altos rochedo alguns portais sepulcros indicam passagem a desconhecidas alas, assim como no canto direito. Ao centro da ilha esguios crescem os ciprestes, tradicionalmente ligados ao luto e cemitérios.

t4.jpg

Portais sepulcros

c2.jpg

Ciprestes 

Sim, vai a Roma – O Paraíso, a tumba, a cidade e o deserto todos juntos; vai onde as ruínas brotam como montanhas despedaçadas, e as relvas floridas e as minutas selvas perfumadas vestem os ossos da desolação, até que que o espírito de lá guie teus passos a um declive cujo acesso é verdejante, onde como o sorriso de um infante na grama sobre os mortos se estende uma luz de flores sorridentes[..]

Ruínas – Shelley

A ilha em si paira misteriosa sob águas monótonas e leves brisas deitam-se sobre a vegetação. A interpretação mais simbólica cai no barqueiro e a figura de branco que velejam para o esquife, talvez a fantasmagórica silhueta seja o guia dos mortos, ou uma alma recém perecida. Mais facilmente o velejador pode metaforicamente ser Caronte sob o rio Stix.

gf.jpg

Barqueiro e silhueta fantasmagórica.

A postura das figuras se altera criando intenções também diferentes, observe que nas posturas mais eretas a silhueta branca parece um guia atento e sério, nas modificações que Böcklin aplicou as silhuetas brancas com a postura curvada, parecem apenas um passageiro monótono e melancólico. O corpo sempre vai ser um argumento visual com atração poderosa a interpretação.

Talvez por seres, para mim, a imagem da quietude fatal, vem, sê bem-vinda Ó tarde! E – quando te corteja a aragem e os cirros estivais e quanto, ainda, trazes do ar nebuloso trevas que agem sobre o mundo, ao tremor da luz que finda, e me acolhes na mais secreta viagem da alma – eu te sinto, assim tão suave e linda.

Conduzes minha mente, numa prece, ao eterno vazio; e o tempo ruim foge e leva consigo e faz que cesse a ânsia que me envolvia. A paz, enfim! E quando a paz me deixas, adormece o espírito feroz que há em mim.

Solidão e Silêncio – Ugo Foscolo

 Mais tarde em contra ponto a já popular Ilha dos Mortos que recebera o nome por donos de galeria e não por Böcklin, a Ilha dos Vivos é o contraste da melancolia e alegria contemplativa existente no ser. Pontikonisi possivelmente seja a ilha real retratada na figura metafísica.

ilha dos vivos.jpg

Ilhas dos vivos

get_img.jpg

Pontikonisi possível referência para a Ilha dos Vivos

Anúncios

2 comentários

  1. zombiesuke · março 7, 2016

    Republicou isso em Lettersmith.

    Curtir

  2. M.Eliza · junho 25, 2016

    Excelente pesquisa! Parabéns por este espaço! Forte abraço, Imaginauta

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s